Info Equestre
Edição 6º Ano 2021 Oftalmologia

Entrópio em Potros

Entrópio em Potros 1

V.6, Ed.1, N.107(2021)

ENTRÓPIO EM POTROS

ENTROPIUM IN FOALS

Rafael Marcante de Luz¹, Mariana da Costa Andrade², Dirce Consuelo Coronato Correia²,  Ruan Deniro Xavier de Oliveira²

  1. Residente Médico Veterinário da área de Clínica Médica e Cirúrgica de Grandes Animais da Universidade Estadual de Maringá – Setor Umuarama, Paraná, Brasil.
  2. Graduandos de Medicina Veterinária na Universidade Estadual de Maringá – Setor Umuarama, Paraná, Brasil.

Resumo

Uma afecção oftálmica que pode afetar potros é o entrópio, sendo primário ou secundário, e caracteriza-se pela inversão de uma ou ambas as pálpebras, causando desconforto e irritação pelo atrito dos cílios com a córnea e a conjuntiva. Pode ocorrer por traumas, lesões, desidratação, septicemia, prematuridade, defeitos anatômicos ou dor ocular crônica. Ocorre mais frequentemente em potros puro-sangue, afetando principalmente a pálpebra inferior.

As possíveis manifestações clínicas observadas são: epífora, blefaroespasmo, fotofobia, conjuntivite, ceratite, prurido, hiperemia da córnea e da conjuntiva, inflamação, clareamento e miose palpebral. Quando agravado, pode levar à formação de úlceras, lacerações ou perda do olho. O diagnóstico é clínico, sendo normalmente feito através da palpação e inspeção direta. O tratamento é sempre necessário e varia segundo a idade, o tipo, a gravidade e a posição do entrópio que acomete o animal.

Palavras- Chave: entrópio; potros; pálpebras; blefaroespasmo; cílios; córnea.

 

Abstract

An ophthalmic condition that can affect foals is entropion, being congenital, spastic or acquired, and particularly by the inversion of one or both of the eyelids, causing discomfort and irritation due to the friction of the eyelashes with the cornea and conjunctiva. It can occur due to trauma, injuries, dehydration, septicemia, prematurity, anatomical defects or chronic eye pain. It occurs most often in thoroughbred foals, mainly affecting the lower eyelid.

The possible clinical manifestations observed are: epiphora, blepharospasm, photophobia, conjunctivitis, keratitis, pruritus, corneal and conjunctival hyperemia, inflammation, lightening and palpebral miosis. When aggravated, it can lead to the formation of ulcers, laceration or eye protrusion. Diagnosis is clinical, usually made through palpation and direct consultation. Treatment is always necessary and varies according to the age, type, severity and position of the entropion that affected the animal.

Keywords: entropion; foals; eyelids; blepharospasm; eyelashes; Hotz-Celsus.

PARA CONTINUAR, ASSINE UM PLANO 
Entrar
*
Usuário
O nome de usuário não pode ser deixado em branco.
Please enter valid data.
*
Senha
A senha não pode ser deixada em branco.
Please enter valid data.
Por favor, insira pelo menos 1 caracteres.
Entrar
 
 
 

Posts relacionados

Hipópio em equinos

Redação InfoEquestre

Uso de Sucedâneos do Leite para Neonatos

Redação InfoEquestre

A Cura Pela Compressão: Madigan Squeeze em Potros

Redação InfoEquestre

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais

error: Conteúdo protegido !!

ASSINE AGORA

O maior portal técnico Equestre com + de 600 conteúdos disponível com publicações diárias.