Info Equestre
Notícias

Clostridium tetani em equinos

Clostridium tetani em equinos 1

Clostridium tetani em equinos.

         A infecção pela bactéria anaeróbia Clostridium tetani (encontrada no solo e no Trato gastrointestinal dos equinos) gera a produção de toxinas no hospedeiro, tetanoespasmina ou tetanolisina, que desencadeiam uma gama de complicações em diversas espécies animais, incluindo os seres humanos.

O tétano equino, pode vim a causar a perda produtiva/esportiva do animal, além da possibilidade do óbito. Entretanto, apesar das perdas geradas pelo tétano, alguns produtores rurais e Médicos Veterinários não possuem total conhecimento da doença, dificultando o diagnóstico e tratamento do animal.

 

     Clostridium tetani em equinos 11

O tétano é uma doença tóxica infecciosa que acomete os animais domésticos e o
homem por ação das toxinas produzidas pelo Clostridium tetani, microrganismo de
distribuição mundial, gram-positivo, encontrado sob a forma vegetativa ou esporulada
em função das condições de tensão de oxigênio no ambiente. (SILVA et. al., 2010).

O tétano apresenta uma taxa de mortalidade variável, que pode chegar a 80% em equinos
(PEDROSO et al., 2012).

Na equinocultura o aumento nos casos de tétano está associado com o compartilhamento de equipamentos, negligencia na higiene das instalações, não vacinação do plantel e falta de cuidados veterinários adequados, principalmente em animais que se feriram (manejo adequado de feridas). Nos potros o risco é ainda maior devido a má cura do umbigo e a sua fragilidade imunológica nos primeiros dias de vida.

Os sinais clínicos iniciais observados vão da rigidez muscular até tremores, com o avançar do quadro clinico o animal apresenta paralisia dos músculos masseteres, rigidez das articulações evidenciando a posição clássica de um cavalo com Tétano, que é a posição de “cavalete”, com a cauda erguida, hipersensibilização a luz, sons e estímulos, protusão de terceira pálpebra, convulsões e opistótono.

A morte se dá devido a acidose, gerada pela respiração rápida e superficial, alterando assim, o pH sanguíneo. O diagnóstico se baseia no exame clínico e do relato de alguma lesão que foi contaminada por terra ou fezes (ALVES JUNIOR et al, 2019 e THOMASSIAN, 2005).

Clostridium tetani em equinos 12
Figura 2 – Protusão de terceira pálpebra em equino acometido com tétano.            Fonte: comprerural (2016).

Se for observado um cavalo com qualquer um dos sinais mencionados anteriormente, deve-se procurar um médico veterinário com urgência, devido a possibilidade de piora súbita do caso. Assim, o veterinário irá tratar o animal da melhor forma possível, elaborando um protocolo adequado para a situação de forma a minimizar a dor e angústia do animal.

A profilaxia em curto prazo deve ser feita com aplicação de soro antitetânico, pela via subcutânea, em todo animal que for operado, ou em qualquer cavalo que apresente ferimento, assim ele estará protegido por 15 a 20 dias. A vacinação contra Tétano deve ser feita em todos os animais, seguindo o protocolo estipulado pelo Médico Veterinário da propriedade (ALVES JUNIOR et al, 2019 e THOMASSIAN, 2005).

Dessa forma, é necessário um maior conhecimento dos produtores para com a doença, visto que esta gera inúmeros tipos de prejuízos ao animal, podendo levar ao animal ao seu fim de ciclo produtivo ou até mesmo ao óbito. Se faz necessário também por parte dos Médicos Veterinários que estes façam um diagnóstico preciso e um protocolo de tratamento adequado, além de prevenir os animais com a vacinação.

 

  • Texto por: Carlos Donato Barbosa Alves Junior, 6° período, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fortaleza.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

ALVES JUNIOR, C. D. B.; COLARES, J. C. ; ARARIPE, M. G. A. . Tétano Equino, prevenção e como identificar no sistema de criação de equinos. In: PEC Nordeste 2019, 2019, Fortaleza. Anais PEC NORDESTE 2019, 2019.

PEDROSO, A. C. B. R.; SOUSA, G. C.; NEVES, M. D. Tétano Em Potro Atendido
Pelo Serviço De Controle Sanitário E Atendimento Clínico-Cirúrgico De Cavalos
Carroceiros – Hospital Veterinário. Disponível em:
http://serex2012.proec.ufg.br/uploads/399/original_ANA_CAROLINA_BARROS_DA
_ROSA_PEDROSO.pdf. Acesso em: 19 de outubro de 2019.

SILVA, A. A. et. al. Uso De Antitoxina Tetânica Por Via Intratecal E Endovenosa No
Tratamento De Tétano Acidental Em Equino: Relato De Caso. Revista Científica
Eletrônica De Medicina Veterinária, Ano VIII, n. 14, Janeiro De 2010, Periódicos
Semestral. Disponível em: http://www.revista.inf.br/veterinaria14/relatos/RCEMVAnoVIII-Edic14-RC01.pdf. Acesso em: 19 de outubro de 2019.

Tétano em animais. Infoescola. Disponível em: < https://www.infoescola.com/medicina-veterinaria/tetano-em-animais/ >. Acesso em: 19 de outubro de 2019.

Tétano equino: prevenção, alta letalidade e tratamento oneroso. Comprerural. 4 de abril de 2016. Disponível em: <https://www.comprerural.com/%E2%80%8Etetano%E2%80%AC-em-cavalos-uma-enfermidade-de-facil-prevencao-mas-de-alta-letalidade-e-tratamento-oneroso/>. Acesso em: 19 de outubro de 2019.

THOMASSIAN, A. Enfermidades dos cavalos. 4. ed. São Paulo: Varela, 2005. 443 p.

Posts relacionados

Exostose Anular Interfalângica (Ringbone)

Redação InfoEquestre

Síndrome do potro sem pelos da Ásia Central

Redação InfoEquestre

Avaliação dos Padrões de Vitalidade do Neonato Equino

hugo garcia da silveira 16996446886

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais

error: Conteúdo protegido !!