Info Equestre
Neonatologia Edição 3° Ano 2018

Uso de plasma hiperimune em potros

Uso de plasma hiperimune em potros 1
v . 3 , n. 7 (2018)

Uso de plasma hiperimune em potros

Os potros ao nascerem não possuem imunidade contra os diversos microorganismos que podem desencadear processos infecciosos que causam diarreias e pneumonias, por exemplo, e até mesmo a morte do neonato devido ao tipo placentário da espécie equina. Erros de manejo, animais órfãos e a falha na imunidade passiva (imunidade transferida da mãe para a cria através do colostro) são alguns dos problemas que devem ser prevenidos para que haja menos perdas econômicas, ocorra o desenvolvimento normal e diminua a mortalidade desses animais nos momentos iniciais da vida. Em alguns casos, o plasma hiperimune pode ser mais uma alternativa nos primeiros dias de vida e até mesmo como reforço contra diversas doenças infecciosas em qualquer momento.

Você precisa de um PLANO DE ASSINATURA

Entrar
*
Usuário
O nome de usuário não pode ser deixado em branco.
Please enter valid data.
*
Senha
A senha não pode ser deixada em branco.
Please enter valid data.
Por favor, insira pelo menos 1 caracteres.
Entrar
 
 
 

Posts relacionados

Transferência de Imunidade Passiva no Neonato Equina

Redação InfoEquestre

Gestação Gemelar

Redação InfoEquestre

Castração em equinos: Prós e Contras

hugo garcia da silveira 16996446886

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais

error: Conteúdo protegido !!

ASSINE AGORA

O maior portal técnico Equestre com + de 600 conteúdos disponível com publicações diárias.

Congresso
100% ONLINE
100% Idealizado pela InfoEquestre