Info Equestre
Clínica

Sarcóide Equino. aprenda mais sobre essa patologia

Sarcóide Equino. aprenda mais sobre essa patologia 1

O sarcoide é uma neoplasia comum em equinos e é localmente agressiva. Frequentemente o sarcóide ocorre em áreas mais sujeitas a traumas, podendo existir histórico de ferimentos no local entre três e seis meses antes do surgimento do sarcoide. As lesões mais comuns no sarcoide equino são vistas em pele mais fina e com áreas de pouco pêlo como a face medial dos membros, codilhos, virilhas, face, pálpebras, orelhas, comissura labial, região cervical, abdominal ventral e paragenital (Imagens ao final do texto).

Geralmente as lesões são múltiplas e de ocorrência muito variável, podendo surgir repentinamente e perdurar por longos períodos, como também podem regredir e desaparecer espontaneamente.

A associação de agentes infecciosos do Papilomavírus Bovino (BPV) e a susceptibilidade genética do indivíduo constituem fatores importantes para o desenvolvimento do Sarcoide. Apesar de ser espécie-específico, o BPV-1 e BPV-2, são agentes causadores de tumores de pele em equinos, muares, asininos e zebras, sendo identificados na maioria das lesões de sarcoide em equinos.

É uma neoplasia de tecido fibroso, com origem fibroblástica, não metastático, com envolvimento frequente da epiderme, a qual está hiperplásica ou ainda com hiperqueratose. Caracteriza-se por tumores mesenquimais, com proliferação dérmica densa de fibroblastos, formando ninhos e feixes entrelaçados e assumindo várias direções.

O diagnóstico de sarcoide equino é baseado no histórico, apresentação clínica e exame histopatológico.

Existe uma grande variedade de tratamentos disponíveis, e entre as terapias, incluem-se ligadura, remoção cirúrgica completa, crioterapia, hipertermia por radiofrequência, injeção intralesional, laser com dióxido de carbono, radioterapia, administração de AW4-LUDES, imunomodulação com BCG, imiquimode, vacinas autólogas e aciclovir.

Texto por: Deivisson Ferreira Aguiar – Médico Veterinário CRMV/ES 1569 – Muniz Freire/ES

REFERÊNCIA

PINHEIRO, M.; PIMENTEL, M. M. L.; VAGO, P. B.; BARRÊTO JUNIOR, R. A.; DIAS, R. V. da C.: revisão de literatura. Arq. Ciênc. Vet. Zool. UNIPAR, Umuarama, v. 18, n. 2, p. 103-107, abr./jun. 2015.

Posts relacionados

Úlcera Gástrica em Equinos

Hugo

Hemorragia Pulmonar Induzida Por Exercício.

Hugo

Método Western Blotting Para Detecção De Mormo.

Hugo

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais

Política de Privacidade e cookies