Info Equestre
Edição 6º Ano 2021 Nutrição

Uso da Fitase Como Aditivo na Alimentação de Equinos

Uso da Fitase Como Aditivo na Alimentação de Equinos 1
V.6, Ed.1, N.30(2021)

USO DA FITASE COMO ADITIVO NA ALIMENTAÇÃO DE EQUINOS

(PHYTASE AS AN ADDITIVE IN EQUINE NUTRITION)

1Júlia Roubedakis Leite; 2Luany Hellen Padilha Ribeiro

1Discente de curso de Medicina Veterinária- UFPR. ([email protected])- https://orcid.org/0000-0002-4617-4204

2Discente de curso de Medicina Veterinária- UFPR. ([email protected])- https://orcid.org/0000-0003-3883-330X

RESUMO

O ácido fítico é um dos principais componentes dos vegetais e está associado, na planta, à conservação de fósforo para a germinação das sementes. Quando ingerido pelos equinos essa molécula, também conhecida em sua forma de sal como fitato, se liga a minerais, como o cálcio, zinco, ferro e manganês, além de precipitar enzimas endógenas, proteínas, aminoácidos e carboidratos, a partir da formação de complexos, que reduzem a absorção e aumentam sua demanda na dieta desses animais.

A eficiência da adição de fitase exógena na equideocultura ainda não é totalmente comprovada, os estudos sobre seu uso são escassos e contraditórios. Um dos principais problemas relacionados aos fitatos é a deficiência de fósforo, que pode alterar a integridade óssea, o crescimento e o desempenho dos equinos.

A suplementação desse mineral é feita a partir de fontes inorgânicas, que são caras e contribuem para a contaminação do ambiente. O sucesso do uso da fitase pode representar uma redução no uso de fósforo inorgânico, reduzindo os custos e impacto ambiental da criação de equinos.

PALAVRAS CHAVES: suplementação, nutrição, enzima, fitato, fitase

ABSTRACT

Phytic acid is one of the main components of plants and is associated, in the plant, with the conservation of phosphorus for seed germination. When ingested by horses, this molecule, also known in its salt form as phytate, binds to minerals, such as calcium, zinc, iron and manganese, in addition it can also precipitate proteins, amino acids, carbohydrates and endogenous enzymes, by the formation of complexes, which reduce absorption and increase the demand of diet elements.

The efficiency of adding exogenous phytase in equideoculture is still not fully proven, studies are scarce and contradictory. One of the main problems related to phytates consumption is phosphorus deficiency, which can alter bone integrity, growth and performance of horses.

The supplementation of this mineral is made from inorganic sources, which are expensive and contribute to the contamination of the environment. The successful use of phytase may represent a reduction in the use of inorganic phosphorus, reducing the costs and environmental impact of horse maintenance.

KEYWORDS: supplementation, nutrition, enzyme, phytate, phytase

PARA CONTINUAR, ASSINE UM PLANO 
Entrar
*
Usuário
O nome de usuário não pode ser deixado em branco.
Please enter valid data.
*
Senha
A senha não pode ser deixada em branco.
Please enter valid data.
Por favor, insira pelo menos 1 caracteres.
Entrar
 
 
 

Posts relacionados

Dermatofilose em Equinos: Características e Perigos

Redação InfoEquestre

Nutrição em Equinos de Trabalho

hugo garcia da silveira 16996446886

Nutrição e sua Relação com o Desempenho Atlético do Cavalo

heitor

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais

ASSINE AGORA 

O maior portal técnico Equestre com + de 600 conteúdos disponível com publicações diárias.
 
ASSINAR
close-image
error: Conteúdo protegido !!